12/08/2008

Vacinação contra rubéola na Clínica de Enfermagem da FMU

Vacinação contra rubéola na Clínica de Enfermagem da FMU

A partir desta terça-feira (12/8), e até o dia 12 de setembro, homens e mulheres entre 20 e 39 anos vão poder tomar a vacina contra a rubéola na Clínica de Enfermagem da FMU. A Clínica participa da campanha “Brasil sem Rubéola”, do Ministério da Saúde, que é considerada a maior operação de vacinação realizada no mundo. 

O objetivo do governo é imunizar 70 milhões de pessoas e erradicar a doença no país. De acordo com o Ministério da Saúde, 70% dos casos de rubéola confirmados ocorreram entre os homens, principalmente na faixa etária entre os 20 e os 34 anos de idade. Por isso, a população masculina é o principal foco da campanha.

Os maiores riscos provocados pela rubéola atingem as mulheres grávidas. As gestantes devem evitar tomar a vacina, mas, caso a mulher tome sem saber da gravidez, não é necessário tomar nenhuma providência antecipada, uma vez que a vacina, ao contrário da doença, não provoca danos no feto. Os homens, no entanto, ao se vacinarem, asseguram a proteção das mães e seus bebês. 

Outra restrição na vacinação são as pessoas alérgicas a ovo, que não devem ser imunizadas. 

A Clínica de Enfermagem da FMU fica na Rua Taguá, 337, Liberdade. O atendimento será feito de terça a sexta-feira, das 8 às 17 horas. É preciso trazer a carteira de vacinação e um documento de identidade.


Página atualizada em 12/08/2008 às 7h02