09/12/2009

Audiência pública discute a criação do Procond

Audiência pública discute a criação do Procond


O deputado Fernando Capez e a professora da FMU Rosely Benevides

Sensibilizado pelos problemas relatados pela coordenadora do curso de Administração de Condomínios da FMU e autora do livro “Revolucionando o Condomínio”, Rosely Benevides, o deputado estadual Fernando Capez encaminhou ao governador José Serra a solicitação para a criação da Coordenadoria de Defesas das Relações Condominiais – Procond.

A audiência pública para a discussão do assunto foi realizada nesta segunda-feira, 7 de novembro, e contou com a presença do deputado Fernando Capez, que presidiu a sessão, e da professora Rosely Benevidez, além de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação de Administradores de Bens Imóveis (AABI) e Condomínios e do Sindicato de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

Idealizadora do projeto, Rosely Benevides exemplificou por meio de slides todas as relações envolvidas na administração de condomínios e os problemas mais usuais advindos dessas relações. Para ela, é necessário centralizar as questões de coordenação de modo a criar um equilíbrio entre as partes. “Existem mais de 3 milhões de pessoas residindo em condomínios em São Paulo, e o que observo é a falta de conhecimento por parte dos moradores e um desequilíbrio de poder. O Procond centraliza as questões, buscando um equilíbrio entre síndico, morador e administrador”, comentou a docente.

Para Fernando Capez, a criação do Procond tornará os julgamentos envolvendo questões condominiais mais ágeis. “Com poderes coercitivos e disciplinadores, o Procond agilizará o processo das ações específicas das relações em condomínios, que hoje são verdadeiras cidades”, disse o deputado.

Os moradores e administradores esperam agora a decisão do governador José Serra sobre a criação dessa Coordenadoria.


Página atualizada em 09/12/2009 às 17h09