29 de Abril

Trabalho conjunto de professor e aluna da FMU é aprovado para Seminário Internacional

Trabalho conjunto de professor e aluna da FMU
é aprovado para Seminário Internacional


O trabalho “A importância dos BRIC para o Brasil: retórica ou realidade?” do Professor Fábio Borges, com coautoria da aluna Paula Bartolomeu Braz Felipelli, foi aprovado para o 2º Seminário Internacional de Estudantes de Pós-Graduação em Estudos Americanos, Ciência Sem Fronteiras: O Mundo Que Vem. O seminário será realizado na Universidade de Santiago, em Santiago no Chile, do dia 24 até o dia 26 de junho.

Em sua segunda edição, é também a segunda vez que o seminário ocorre na capital chilena. A importância da localidade vai além do fato de abrigar uma das grandes universidades da América do Sul. Em Santiago também fica a sede da Comissão Econômica Para a América Latina (CEPAL), órgão ligado à Organização das Nações Unidas (ONU), o mais importante nos estudos latino-americanos, para o qual trabalharam pessoas como Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Celso Furtado.

A história deste trabalho sobre os “BRIC” (denominação dada ao bloco de países emergentes: Brasil, Rússia, Índia e China), começou ainda em 2008, quando houve uma proposta de convênio do Governo do Estado de São Paulo com algumas instituições de ensino particulares do Estado, para que se fizesse um estudo sobre os “BRIC”. A partir disso, algumas universidades enviaram artigos em ação conjunta de professores e estudantes. O artigo enviado pelo professor Fábio Borges e pela aluna Paula Felipelli foi publicado. Professor e aluna resolveram então aprofundar o trabalho, que foi ampliado, atualizado e enviado à comissão desse seminário.

Mais do que comemorar o sucesso do que começou como um artigo, o professor Fábio Borges ressalta a importância de trabalhos como esse no mundo acadêmico: “É uma grande satisfação e ao mesmo tempo bastante interessante ver a universidade produzir ciência e não apenas reproduzir o que se encontra em livros e apostilas. É importante realizar sempre novos estudos, é preciso investir na área de pesquisa”.

Fábio Borges é docente na FMU e doutorando da Universidade Estadual Paulista(UNESP), em que recebe bolsa do Fundo de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). A aluna Paula Felipelli graduou-se em Relações Internacionais pela FMU e hoje continua seus estudos nos Estados Unidos.

As informações sobre este seminário podem ser encontradas em espanhol no site http://www.diplomaciabossanova.net/SIEPEA/.