26 de outubro

Painel discute crédito, superendividamento, dignidade e violência

Painel discute crédito, superendividamento, dignidade e violência

O painel realizado pelo Complexo Educacional FMU, em parceria com a Fundação PROCON, o Ministério Público, o IPEM e a Secretaria de Justiça, levou os alunos do curso a um profundo debate sobre as relações entre crédito, consumo, dignidade e violência.

O encontro, que ocorreu na última sexta-feira, 23, no Auditório da Casa Metropolitana do Direito, contou com a participação do doutor Adalberto Simão Filho, que representou a FMU; da procuradora Adriana Borghi, ex-aluna da casa, pelo Ministério Público; e da doutora Neide Ayoub do PROCON, entre muitas autoridades.

Outra palestrante foi a psicólogoa Corinna Schabbel, coordenadora do Observatório Social das Relações de Consumo do PROCON, que de forma bastante prática, contextualizou a “cultura da publicidade”, as frustrações decorrentes do consumo e o aumento da violência intrafamiliar, como decorrência.

Já a doutora Neide Ayoub enumerou os trabalhos do PROCON voltados para educar a população de forma preventiva ao superendividamento ou para  reabilitação da vida financeira. “Hoje, temos o crédito muito fácil e os consumidores muito suscetíveis ao apelo do consumo”, explicou ela.

O encontro contou também com a participação do Presidente da Associação Brasileira de Factoring (ABFAC), doutor Antonio Carlos Donini, e foi assinada, na ocasião, uma ata na qual o Complexo Educacional FMU irá formalizar o recebimento da Minuta do Convênio para capacitação dos interessados no tema “superendividamento”.

Para o coordenador o curso, o professor Paulo Hamilton, “o evento foi o primeiro de uma série de atividades que serão implementadas para o debate desse importante tópico social”.