19 de agosto

Mantenedora da FMU comemora crescimento significativo do primeiro ano de nova gestão

Mantenedora da FMU comemora crescimento significativo do primeiro ano de nova gestão


O presidente do Complexo Educacional FMU, Prof. Edevaldo Alves da Silva, manifestou-se publicamente para elogiar os bons resultados do primeiro ano da nova gestão da Instituição.

Em carta para a comunidade (veja a íntegra abaixo), o Prof. Edevaldo comenta sobre as reformas implantadas nas áreas administrativa e acadêmica e diz que “os resultados são alvissareiros, de alto nível, fortalecendo ainda mais o tradicional trabalho que o Complexo Educacional FMU presta em favor da educação”.  

Realmente, “inovação” tornou-se a marca mais premente da gestão do vice-reitor da FMU, Arthur Sperandéo. Com mais de 20 anos de mercado educacional, Sperandéo e sua equipe trouxeram diversas novidades para a Instituição. A universidade registra atualmente um crescimento elevado e fora dos padrões do mercado no número de alunos. O volume de professores também apresenta um aumento significativo, com centenas de doutores e mestres.

Entre as inovações, destacam-se a inauguração de dois novos campi, sendo um no bairro do Morumbi e outro na Vila Mariana, e a expansão de cursos. Já a famosa Casa Metropolitana do Direito, um dos prédios da FMU na região da Liberdade, acaba de ser ampliada e, a partir de agora, todos os alunos poderão usufruir de sua estrutura.

Ao todo, já são 175 novas salas de aula, incluindo a reforma e a ampliação no prédio da Enfermagem, além da construção de novos laboratórios e da modernização dos já existentes, espalhados pelos campi.

Por fim, foi construída uma nova Praça de Convivência Acadêmica, um espaço que oferece lanchonetes com diferentes opções de refeição, salão de beleza, Centro de Estágios, papelaria copiadora, em um ambiente contemporâneo e agradável. 

“A nova gestão da FMU tinha um grande desafio a sua frente: expandir a universidade e manter fielmente a qualidade dos cursos e o corpo acadêmico qualificado. A Instituição conta hoje com um número de alunos significativamente superior ao ano passado. Conseguimos manter um quadro qualificado de professores e coordenadores de renome no mercado”, explica Sperandéo.