4 de novembro

FMU recebe coordenador da Escola Paulista de Magistratura para lançamento de livro sobre direito e humanidade

FMU recebe coordenador da Escola Paulista de Magistratura
para lançamento de livro sobre direito e humanidade


Obra será entregue pela Mantenedora ao Presidente da República, Luis Ignácio Lula da Silva

“Um dos maiores desafios do direito no mundo é promover a cidadania e a dignidade dos povos de forma unificada e alinhada aos anseios globais”. Foram com essas palavras que o Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e Coordenador da Escola Paulista da Magistratura, Dr. Marco Antônio Marques da Silva, definiu os conceitos abordados na obra “Tratado Luso-Brasileiro da Dignidade Humana”, lançada no dia 4 de novembro, na sede da FMU, em São Paulo. 

Marques da Silva entregou pessoalmente ao Presidente da Mantenedora do Complexo Educacional FMU, Prof. Edevaldo Alves da Silva, um dos primeiros exemplares de sua nova obra, que será entregue ao Presidente Luis Ignácio Lula da Silva. O encontro contou também com as presenças do Vice-Reitor da FMU, Prof. Arthur Sperandéo, do Pró-Reitor Acadêmico da FMU, Prof. Ângelo Palmisano, e do coordenador do curso de Direito da FMU, Prof. Paulo Hamilton.

“A obra do Dr. Marco Antonio Marques da Silva fala por si, nos sentimos honrados com a sua presença entre nós. O exemplo de vida e ética profissional o faz um dos expoentes da Magistratura deste País”, comenta o Vice-Reitor, Arthur Sperandéo.

A obra reúne publicações de 102 autores, brasileiros e portugueses, sob a coordenação do Dr. Marco Antônio e do Dr. Jorge Miranda. O livro traz temas relacionados às questões básicas da vida, como a dignidade desde a concepção, persecução criminal, tutela jurídica do consumidor e a relação empregatícia, sempre relacionada à questão humana.

“Tenho mais de 10 obras publicadas, mas este tratado tem uma particularidade, uma vez que gira em torno da dignidade da pessoa humana”, comenta o Desembargador. Para ele, o livro pode auxiliar na formação de bacharéis com uma mensagem de humanidade e solidariedade. Outro destaque da obra é o fato de reunir autores de dois países. “A lei deve estar adequada à estrutura internacional a qual estamos inseridos”, comenta. 

A relação do Dr. Marques da Silva com a FMU vem de longa data. A mulher dele, a psicóloga Evani Zambon Marques da Silva, é docente na área de psicologia jurídica do curso de Direito da instituição.

Acompanhe as imagens do encontro.