24 de Abril

Alunos aprovam a nova campanha publicitária do Complexo FMU

Alunos aprovam a nova campanha publicitária do Complexo FMU

“Desconfie do destino. Acredite em você.” Com esse mote, a nova campanha publicitária do Complexo Educacional FMU começou a ser veiculada na mídia. O objetivo é reforçar ainda mais a imagem da instituição na sociedade e, ao mesmo tempo, convocar os estudantes para o processo seletivo de meio de ano.  

A campanha engloba anúncios em tevês, rádios, internet, jornais e revista. Na primeira semana de veiculação na mídia, as peças publicitárias foram apresentadas para os alunos do Complexo Educacional FMU, em uma iniciativa inédita do departamento de marketing, que reuniu, na manhã do dia 23 de abril, os estudantes para uma exibição completa da campanha, que incluiu o filme para a televisão, making-of e anúncios em impressos.

Participaram da apresentação Sandoval Nassa, diretor de marketing do Complexo FMU, Luis Peres, proprietário da Maracujá Propaganda, agência responsável pela criação, Elza Barletta, proprietária da Engenho de Produção, empresa que produziu o filme, e Danilo Marques, que dirigiu o vídeo.

“A proposta da campanha é reforçar a marca FMU como instituição que valoriza o futuro profissional de seu aluno”, comentou Sandoval Nassa. “Quanto mais a FMU for conhecida, mais peso terá o diploma dos alunos no mercado de trabalho”, completou.

Luis Peres contou como a campanha rumou do humor, utilizado no fim de 2008, para a emoção, que acaba de entrar no ar. “A nova campanha nasceu de um poema que circulou na internet e, de tão famoso, foi parar em uma publicação de escritores brasileiros em Paris, França”, explicou. “O texto, intitulado de ‘Quase’, foi atribuído, por muito tempo, a Luis Fernando Veríssimo, mas, na verdade, pertence a Sarah Westphal, uma estudante de jornalismo de 25 anos, da cidade de Florianópolis”, ressaltou.

“Para ter uma idéia da repercussão do texto, a cantora Ana Carolina recitou o poema durante a última turnê pelo País. Quem também aderiu foi a apresentadora Ana Maria Braga, que leu em rede nacional em três de seus programas”, contou Peres.

Elza Barletta e Danilo Marques finalizaram a apresentação com a exibição do making-of e explicações sobre todo o processo de produção das peças. “Em um curto espaço de tempo, tivemos de providenciar todas as locações, elenco de atores, locução e finalização”, disse Elza. “O filme da tevê, gravado em película, foi finalizado na Casablanca, uma das principais produtoras cinematográficas da América Latina”, emendou o diretor Danilo Marques.   

“A campanha está bem elaborada. O que mais me chamou a atenção foi o tratamento de cor dado na finalização. As peças são bem melhores do que os anúncios feitos no ano passado.”

Rafael de Araújo – 2º semestre de Comunicação Social da FIAMFAAM


“Achei a campanha bem dinâmica , com certeza, atrai a atenção das pessoas. O efeito especial feito a camiseta do ator ficou ótimo, além de ter um texto muito interessante.”

Manuela Zeppelin – 3º semestre de Publicidade e Propaganda da FIAMFAAM

Onde tudo começou

Veja abaixo o texto que deu origem a campanha publicitária da FMU

QUASE (Sarah Westphal, adaptado por FMU)

Pior do que a convicção do não ou a incerteza do talvez é a desilusão de um “quase”.

O “quase” é tudo o que poderia ter sido e não foi.

Quem quase ganhou, ainda joga;

Quem quase passou, estuda;

Quem quase amou… não amou.

Pense nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver morno.

Sobra covardia e falta coragem até para ser feliz. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas; os dias seriam nublados; e o arco-íris… cinza.

Tudo o que é “quase” não ilumina, não inspira, não aflige e nem acalma. Apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si. Nem todas as estrelas estão ao seu alcance, Mas preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.

Para os erros há perdão;

Para os fracassos, chance;

Para os amores impossíveis, tempo.

Não economize sua alma. Nem deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.

Gaste mais horas realizando do que sonhando, fazendo do que planejando, vivendo do que esperando.

Porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

Desconfie do destino. Acredite em você.  



 
Sandoval Nassa, Diretor de Marketing e
Comunicação da FMU, que iniciou a apresentação


Danilo Marques, responsável pela
direção do vídeo

Elza Barletta, da Engenho de Produção
 
Luis Peres, da Maracujá Propaganda
 
Luis explicou o conceito e a criação da campanha para o auditório lotado